musicas.mus.br

Letras de músicas - letra de música - letra da música - letras e cifras - letras traduzidas - letra traduzida - lyrics - paroles - lyric - canciones - HORA DE PONTA - ALLEN HALLOWEEN - música e letra

Utilize o abecedário abaixo para abrir as páginas de letras dos artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Hora de Ponta letra


Sim 'bora, ya rap, Kappa
Bye bye replens
Cuidado companheiro não brinques com o meu dinheiro
Eu 'tou a correr como um correio 'pó meu filho ser herdeiro
Respeito qualquer sujeito seja puto ou paneleiro
Não te desrespeito com receio, não te perdoo pataqueiro
Mas, ya, rapaziada movimento assim assim
Talvez o mal dos outros seja bom 'pra mim
Dinheiro perdoa, guita, cash e pilim
Paka, vida de Kappa vivida até ao fim
Hora de ponta e 'tou parado 'pa quê? Na merda ficas
Eu ando na loucura mais a minha menina
Kuza e vida crazy, yo, bolso com guita
Uns quantos a virem colher tela da kiza
Andam 'pa trás e para a frente, hora de confusão
Coração quer bater mais, cuidado com a pulsação
Y Kappa, hora de ponta vai com calma doidão
Esse teu rap míope, é que a realidade e não
É rimas com açúcar como nas telenovelas
Parece a cinderela a dizer que é da favela
Cumprimento aquelas mas são à floribela

Mais um dia na street, my niggas on the run
Live by the gun, sanidade by the gun
Eu sei que a minha vida não vale um tirante
Sou um pequeno traficante na babilónia man
Stress 'tá na zona man, stress 'ta na zona
Não durmas em Lisboa na hora de ponta
Deallers vêm carregados, crioula mais espigado
Cabelo descolorado, ouro por todo o lado
É inveja, é maldade misturadas com vaidade
Rap é o único escape da nossa realidade crua
Movimento underground, subi o chão da tuga
Nigras orientam-se num round e dão de fuga
Olha herói o Campeão ainda 'tão na rua
A sangrar por um tostão como a raia miúda
Eles não vêm que os anos vão e vêem as rugas
Niggas não entendem a situação, não
Não dês bom dia a pulgas, mano sou um Kriminal
Se o dia me corre bem, a ti te corre mal
Não sabes que viste a minha cara na esquadra ou no jornal
Não te deu tempo 'pa marcá-la, já passei o sinal
Subo, tchau, 'tou na praga, quem me deve hoje paga
Eu sou aquele amigo que te visita de madrugada
Levo luvas, levo máscara, levo tudo o que tens em casa
Levas tu e a tua cabra, reagiu leva bala
Homem que dispara já não foge da polícia
É a vida, rest in peace Fantasia
Gangsters vêm, gangsters vão na roleta do canhão
Eles pensam largar o crime, mandar pistola ao rio Trancão
Mas àqueles inimigos que nunca te esquecerão
És apanhado desprevenido num tiro de três oitão
Eu não, eu não sou carne 'pa canhão
Não curto esses filhos da puta que aí furam sem perdão

Allen Halloween - Letras

©2003 - 2017 - musicas.mus.br